Mensagem psicografada por Alda Maria, na sexta-feira, dia 18/03/2011, enquanto se realizava no CEMFS o Culto do Evangelho no Lar:

Doces vibrações são derramadas sobre este ambiente, pela leveza dos sentimentos que tomam os corações e pela sintonia que une as almas aos acordes sublimes do amor divino.

Dobremos a alma diante do Senhor da Vida, reverenciando a pureza de Sua presença entre nós, que alimenta nossa alma tíbia de valores eternos com a misericórdia fraternal que flui de todo o Seu ser.

Reconhecidos pelo esforço sincero e leal que fazem em se renovar, aos espíritas são dadas atribuições que fundamentarão em seu coração virtudes-luz, como a compaixão, a solidariedade, a benevolência e a caridade, consolidando o trabalho intenso que acontece nos planos onde a matéria sutil não poupa recursos para socorrer os irmãos que retornam ao mundo de origem, vitimados por si mesmos. 

Do Alto, com Sua bondade, com Sua visão abrangente, pela suavidade do Seu olhar, na blandícia do Seu coração, acolhe o Mestre amado todos os Seus queridos irmãos que atravessaram o rio da vida se afogando nas águas turvas dos sentimentos infelizes. Acolhe-os com profundo carinho, medicando-os em suas chagas com a suavidade das essências de que dispõe em Seu magnífico laboratório, de acordo com as queixas audíveis ao Seu desvelado amor.

Em meio a tantas tempestades, sábios mensageiros da Luz divina trabalham incansavelmente para recuperar as construções íntimas que ruíram estrondosamente frente às intempéries que cercaram os homens com o intuito de ferir sua ligação com Deus. Deslocam-se esses mensageiros de todos os hemisférios, prestativos, atenciosos, dedicados ao labor, desejosos de servir, colaborando com a imensa corrente da fraternidade, instituída espontaneamente pelos irmãos comprometidos com o código superior da vida. 

Almas virtuosas descem dos planos onde realizam suas tarefas de apoio ao Filho de Deus para contribuírem com sua presença, auxiliando no resgate desses companheiros que, no momento, retornam à sua casa no mundo espiritual.

Essas almas, comprometidas com o amor, recebem em seus braços amorosos, no exercício desse sentimento tão nobre, irmãos aflitos, acalentando-os com a musicalidade suave e eterna da esperança, da fé, do perdão. São os processos de recuperação da alma, que continuam após a interrupção da vida no instrumento físico que a auxiliou na vigorosa escola da matéria densa. 

Ainda que apreensivos algumas vezes e inseguros em outras ocasiões, não devem os homens esquecer que o Pai é ternura infinita e que as leis de justiça e de direito que organizam a vida no universo estão alicerçadas no Amor Supremo, que confere a cada um segundo suas obras, sob a responsabilidade da atitude, pois toda ação repercute uma energia boa ou má, conforme a natureza íntima do seu emissor. É a lei de causa e efeito que, pela força de sua execução, sempre atrairá o espírito para o aprendizado necessário a seu crescimento moral. 

Com extremado carinho, Jesus Cristo aguarda por Seus irmãos no reino onde as blandícias da vibrante luz da paz será verdade em todos os corações!

Meimei